Processos de recrutamento e seleção e a Ansiedade

Processos de recrutamento e seleção e a Ansiedade

Os processos de recrutamento e seleção para o ingresso no mercado de trabalho são diferentes em cada organização, mas muitas vezes consistem em triagens de currículos, testes, entrevistas e dinâmicas de grupo. É natural que esse processo de recrutamento e seleção acabe sendo árduo e cansativo, podendo se tornar até aversivo, mas os candidatos costumam dar conta. Entretanto, existe um grande obstáculo no desenvolvimento do sujeito nessas situações: a ansiedade.

É esperado que o candidato se comporte de uma determinada maneira no decorrer do processo de recrutamento e seleção (chegando no horário, se vestindo adequadamente, falando articuladamente e com o cuidado de uma linguagem formal), passando uma boa impressão de maneira geral. São várias as fases dos processos de recrutamento e seleção e é importante lembrar que o sujeito pode estar sempre sendo observado. Entretanto, os sintomas da ansiedade podem interferir nessa postura adequada e esperada, comprometendo muitas vezes o desempenho do sujeito.

É muito difícil se mostrar interessante o suficiente para uma vaga quando a ansiedade ataca. As mãos ficam trêmulas ou geladas, encharcadas de suor, o coração bate rápido demais e falta ar para completar as frases. A linha de raciocínio fica prejudicada. O sujeito passa a ser refém desses sintomas, entre muitos outros, como: enjoo, dor de barriga, tensão muscular intensa, agitação corporal, dificuldade de concentração e descontrole sobre os próprios pensamentos. É evidente que qualquer um desses sintomas pode atrapalhar o candidato no processo de recrutamento e seleção. Mas o que fazer se você sofre disso?

Em primeiro lugar, é importante destacar que um processo de autoconhecimento pode ajudar o candidato a lidar melhor com essas situações. Isso porque através dele o sujeito pode entender quais são as válvulas de escape para a ansiedade e a traçar estratégias para controlar essa emoção.

Uma boa indicação para entender seus pontos de melhoria em processos de recrutamento e seleção seria responder ao asssessment de inteligência emocional EQ-I 2.0 e receber uma devolutiva de um consultor qualificado, para entender como está a sua inteligência emocional para ter insights sobre o seu desenvolvimento.

Identificar a origem dessa ansiedade pode ser muito benéfico para a sua vida profissional e pessoal. Mas existem algumas dicas pontuais que o candidato pode seguir a fim de conquistar o equilíbrio emocional durante o processo de recrutamento e seleção.

Além disso, a ansiedade pode ser canalizada para uma preparação de entrevistas ou dinâmicas, se transformando em produtividade. O candidato pode se organizar listando anteriormente todos os pontos que precisa melhorar, além de tentar prever o que vai ser solicitado no encontro. Assim, é viável que o sujeito tente usar essa ansiedade para o seu favor.

Por fim, uma ótima dica para o candidato é que ele aproveite bem as pausas durante o processo de recrutamento e seleção para se recompor. Boas opções são tomar um chá ou um café, se distrair com uma leitura prazerosa ou pensar em algo que lhe faça bem, mas isso depende muito das preferências de cada um. Esses momentos podem ser muito importantes para diminuir o estado de medo e ansiedade.

Não existe uma fórmula mágica para aliviar ou eliminar o estado ansioso, mas o sujeito deve buscar sempre controlá-lo a fim de que não interfira negativamente o processo recrutamento e seleção em que está inserido, seja sozinho ou com ajuda de profissionais.

Produtos relacionados

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.