O Pai Coach

O Pai Coach

É possível ser um pai melhor utilizando técnicas de Neurocoaching

 

Quais são as recordações que você tem do seu pai? O cuidado, a atenção, os ensinamentos e o apoio a cada momento difícil que você enfrentou? As memórias marcam a construção de personalidade, os valores e muitos mapas mentais que ficaram enraizados até os dias de hoje.

 

A paternidade é um passo importante e grandes passos exigem grandes responsabilidades. Um pai deve estimular o crescimento e amadurecimento constante de seu filho. As técnicas de neurocoaching podem te ajudar – e muito – nessa missão.

O primeiro passo para ser um bom pai coach é se livrar da sua agenda: abrir mão dos seus planos em prol dos anseios do seu filho. É comum ver pais estruturando prematuramente a vida do descendente, construindo e criando planos a partir dos próprios mapas mentais*. Não cometa esse erro pois pode levar à infelicidade. Ensine-o a pensar, questionar e a construir seus próprios caminhos. Segundo o MBTI®, nós já nascemos com algumas preferências, portanto, deixe que seu filho as expresse. Ele deve ser ele mesmo, não quem você quer que ele seja.

 

Trabalhe na construção de comportamentos saudáveis e desestimule hábitos negativos. Crianças estão com o cérebro em formação, então, nada mais propício para construção de mapas mentais. Encoraje a proatividade, empatia, respeito, etc.

 

Estimule o protagonismo e comemore as conquistas. Ter os objetivos alcançados com facilidade só fará com que seu filho não entenda as dificuldades e não se movimente para atingir objetivos. Quando ele quiser algo, não dê simplesmente, faça com que ele conquiste. Auxilie-o, fornecendo todo suporte para ele chegar lá – pode ter certeza que a vitória será muito mais valorizada e seu filho sentirá na pele o que é ser o protagonista da própria vida.

 

Ofereça o poder da escolha. Segundo o modelo SCARF, de David Rock, o cérebro social tem cinco necessidades básicas e uma delas é a necessidade de autonomia. Tenha isso em mente e sempre traga possibilidades para que a criança faça o que deve ser feito. A negação, sem incentivos, só ativará o sistema límbico dela e quando estamos nesse estado, não conseguimos ter nenhuma atitude positiva.

 

Estimule a reflexão e faça com que ele transforme todos os acontecimentos positivos e negativos em aprendizados. Converse com seu filho, mostre todo o seu amor e mostre que você estará sempre ao lado dele para ajudá-lo a ser quem ele quer ser; a ser quem ele está destinado a ser.

 

* Mapas mentais: redes de conexões cerebrais formadas acerca de uma ideia ou tema, qualificada como verdade pelo cérebro e armazenada para utilização rápida em processos de tomada de decisão, como opinião, etc.

Produtos relacionados

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.