Os Efeitos da Cultura Organizacional na Gestão de Pessoas

Os Efeitos da Cultura Organizacional na Gestão de Pessoas

cultura organizacional é um conceito que explora o lado humano de uma instituição, é a composição de um conjunto de fatores: crenças, hábitos, comportamentos, valores éticos, morais e também as políticas internas e externas. É o conjunto de diretrizes que regem uma organização a seguir determinado caminho e a tomar decisões baseadas em uma identidade sólida e definida: decisões estratégicas, recrutamento e seleção, investimentos, ações sociais, processos internos, etc.

Um outro ponto a se observar é que a cultura organizacional define como acontece o relacionamento entre empresa e colaboradores e dita normas/condutas que devem ser adotadas pelas pessoas, para que a empresa seja percebida de forma homogênea pelo público pelo externo.

Entretanto, se a cultura organizacional não for bem definida, pode gerar ruído na comunicação cotidiana, imagem externa deturpada, desconforto entre os colaboradores, alto turnover e baixa produtividade. As pessoas ficam confusas sobre que caminho tomar, então tomam o que acham mais plausível, de forma individualizada, trabalhando sem sinergia.

Fatores que contribuem para uma cultura organizacional sólida:  

Clareza de objetivos, metas e posicionamentos: antes de qualquer decisão, a empresa precisa saber aonde que chegar, como ela se posiciona, qual será a sua contribuição para o mundo e o quais são seus objetivos micro e macro em curto, médio e longo prazo.

Imagem dos produtos e serviços: é preciso tanto que o público interno quanto o externo conheça a linha de produtos/serviços ofertada e a perceba de forma alinhada com metas, posicionamentos e valores da empresa.

Critérios de recrutamento: deve-se recrutar pessoas com ideais e visões sobre o mundo compatíveis com o da empresa.

Integração: ao integrar-se, a pessoa deve ter clareza sobre as normas, deveres e sobre como o ambiente de trabalho funciona, a fim de se conectar mais rápido com os companheiros de trabalho e se adaptar de forma orgânica às atividades.

Comunicação: a comunicação interna deve ser feita de forma clara e aberta a todos os colaboradores, contextualizando as ideias e visão de mundo, para que todos estejam no mesmo barco, a fim de reduzir divergências.

 

O colaborador não se adequa à cultura organizacional. E agora?

Fato é que se algum colaborador não estiver ligado à cultura organizacional, ele pode se sentir deslocado e acabar tendo comportamentos incompatíveis com o que a sua empresa deseja transmitir. Uma única atitude inadequada pode gerar uma visão equivocada do negócio. Por isso, é sempre importante realizar uma abordagem individualizada com um processo de neurocoaching, fazendo com que o próprio colaborador busque entender quais são as divergências e descubra como solucioná-las para se engajar – ou mesmos descubra que aquela empresa não está alinhada com a visão de mundo que ele tem.

Produtos relacionados

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.